Notícias - Sinpro/RS

Assembleia Geral aprova propostas para acordos

13/05/2017

Os professores do ensino privado aprovaram em Assembleia Geral na tarde deste sábado, 13 de maio, em Porto Alegre, as propostas para as Convenções Coletivas de Trabalho 2017 com o sindicato patronal (Sinepe/RS). A reuniões de negociação ocorreram nos meses de março e abril e os itens das propostas aprovadas foram:

Educação básica: reajuste de 5,5% retroativo a março, a ser pago junto com o salário de maio; ampliação de um aluno nos limites por turma na educação infantil e 1º ano do ensino fundamental e manutenção das demais cláusulas da CCT 2016.

Educação superior: reajuste de 5% retroativo a março, a ser pago junto com o salário de maio; revogação do parágrafo primeiro da Cláusula 27 da CCT 2016 e manutenção das demais cláusulas da CCT 2016.

A Assembleia aprovou ainda o indicativo de que esses são os parâmetros para qualquer outro acordo no âmbito do ensino privado gaúcho. Também foi ratificado o percentual de 3,5% de contribuição assistencial com incidência no salário de maio.

No segundo momento da assembleia foi aprovado o Balanço Patrimonial do Sinpro/RS, exercício 2016; alterações no Regulamento da Casa do Professor e reajustadas as taxas de uso em 5% para associados e 10% para não associados; eleitos os delegados do Sinpro/RS para os congressos extraordinários da CUT nos dias 14 e 15 de julho.

Por fim, houve uma avaliação positiva sobre a participação dos professores na Greve Geral do dia 28 de abril em todo o estado. Foi ratificada a continuidade do Sinpro/RS e dos professores na luta contra as reformas da Previdência e trabalhista e aprovado o indicativo de participação da categoria em uma possível nova greve geral a ser realizada no mês de junho.