apresentação


O Sinpro/RS luta há vários anos pelo reconhecimento e pela remuneração da Atividade Extraclasse dos professores do ensino privado.

Essa luta tem sido travada em diversas frentes: nas negociações coletivas com o Sinepe, em ações coletivas na Justiça do Trabalho, no Plano Nacional de Educação em tramitação no Congresso Nacional e na opinião pública com denúncias como o recente Domingo de Greve.

Agora o Sindicato está disponibilizando aos professores uma planilha eletrônica, que pode ser baixada em seu computador para o registro diário de todas as atividades realizadas e o arquivamento das solicitações de tarefas e ordens de trabalho recebidas, fora da carga horária contratada.

Trata-se do Ponto Extraclasse que dará a real dimensão do tempo de trabalho sem remuneração que é realizado pelo professor e se constituirá em um argumento de peso em futuras demandas judiciais.

Com o Ponto Extraclasse, o pedido genérico, com base em princípios e pressupostos interpretativos, poderá se constituir em demanda ancorada em evidência de trabalho, uma prova que dará objetividade à reclamatória trabalhista. O Ponto Extraclasse tem o objetivo de iniciar uma cultura de registro e contabilização de uma jornada de trabalho invisível e seu histórico constituirá uma evidência poderosa de que a jornada de trabalho não se restringiu apenas às horas pagas pelo empregador.

Professor, incorpore ao seu cotidiano e a sua rotina de trabalho o registro das atividades extraclasse desenvolvidas. Constitua o seu patrimônio de evidências e fortaleça a luta pela remuneração complementar do seu trabalho.

Direção Colegiada